FANDOM


Frank Tenpenny é um policial corrupto do Departamento de Polícia de Los Santos (LSPD) e o chefe da C.R.A.S.H., servindo como o principal antagonista de Grand Theft Auto: San Andreas.

Tenpenny tem a sua própria filosofia: "domine alguns crimes para alcançar um bem maior". Aparentemente o que ele diz faz sentido, mas na realidade, Tenpenny e sua unidade são corruptos pois recebem propina para tirar queixas e tem negócios com líderes de gangues. Com o poder da lei nas mãos dele, as provas sempre somem.

Eles podem matar indiscriminadamente e parte dos lucros das gangues vão para a C.R.A.S.H.. Ajudando Tenpenny estão Eddie Pulaski e Jimmy Hernandez. No vídeo inicial do jogo, um quarto membro chamado Ralph Pendelbury aparece, porém Tenpenny o matou para incriminar CJ e obrigá-lo a fazer "favores" em nome da C.R.A.S.H.

MissõesEditar

CuriosidadeEditar

  • Suas ações de racismo são mencionadas em Vigilância Aérea, quando o Trevor descobre que o Franklin foi preso por atos racistas dos próprios policiais. O policial que estava com Trevor no momento implora pra que Trevor não o mate, dizendo que a "LSPD evoluiu muito nesses 20 anos".

GaleriaEditar

NavegaçãoEditar